Turismo…de parvos (porque só parvos teriam uma noite como a de ontem, e porque só parvos se admitem como verdadeiramente parvos).

Há noites que são experiências inolvidáveis (ok, às vezes a sangria ajuda), e a de ontem foi uma delas, e este post esteve para se chamar Turismo na Moita, ou Turismo na Baixa da Banheira, mas ficou mesmo para parvos.

Porque só parvos se lembrariam de ir fazer turismo para a Moita. Ok, eu acredito que enguias (coisas circulares, compridas e escorregadias, como alguém lhes chamou), seja bom….mas a Moita? Enfim.

Cenas verdadeiramente dantescas mesmo, raptos e outros que tais. Dois carros a pararem na estrada, sem quaisquer tipos de preocupação com a fila que os seguia, e que ficou a apitar claro, a abrirem a janela e perguntarem a um incauto transeunte…”Olha tu é que és o C…? Entra no carro…”. Só faltaram as pistolas.

Restaurantes com paisagens lindissimas sobre o mar…perdão…o rio, mas onde se aceitam reservas de mesas circulares que estão oucupadas…Restaurantes onde os empregados são surdos. Ou isso ou fazem questão de ignorar o que as senhoras dizem e aguardar estoicamente que seja um parvo do sexo masculino a fazer o pedido. Restaurantes onde apesar de tudo a comida é boa, mas onde há pessoas que insistem que boa comida é para ir deitar fora imediatamente após o jantar… E eu juro que ninguém fez nada…já nenhum de nós tinha idade para aquelas partidas como fazíamos no Portinho da Arrábida em que enchiamos um pão de mostarda e mandavamos às gaivotas, só para as ver lutar pelo pão e depois mergulhar a pique para se encherem de agua e apagar o fogo. Enfim, ninguém tinha idade para isso, menos o incauto que foi raptado na estrada.

Mas o pior é a noite…A famosa noite da margem sul, um ror de experiências atrás de experiências, tipo ouvir pela primeira vez a pergunta…tu és da margem norte?…estranha sensação…O bar onde tu vais de repente se tranformar num Plateau de karaoke, com as mais estranhas experiências sonoras, e sim eu juraria que ouvi miados…depois do karaoke um DJ onde eu próprio fui buscar tanta inspiração, e que com certeza transformará por completo o meu Djing. Eu vou querer ouvir só grito de mulher da próxima vez… Não se assustem, a frase não é minha, é do Sr DJ daquele bar onde os empregados servem orgulhosamente de polo cor de rosa e acham estranhíssimo que as pessoas queiram beber groselha.

Foi de facto uma experiência inolvidável onde a determinada altura teve juízo o “grande” Msoupequenopaiemae Tiremmedaqui, que pura e simplesmente ignorou os parvos e dormiu.

Posted in SL. 7 Comments »

7 Responses to “Turismo…de parvos (porque só parvos teriam uma noite como a de ontem, e porque só parvos se admitem como verdadeiramente parvos).”

  1. Ofland Says:

    A Sapateira (Cancer pagurus) é um crustáceo decápode, braquiúro, da família dos cancrídeos, da costa atlântica rochosa da Europa e das mesas rasas e rectangulares das margens do rio Tejo. A carapaça de exemplares maduros mede entre 11 cm e 13 cm de comprimento e pode ter o formato e a consistência de crosta de pão alentejano. Tal espécie é freqüentemente utilizada no fabrico de potentes venenos.
    No caso de ingestão acidental de Sapateira, não entre em pânico e proceda da seguinte forma:

    – Beber 1 ou 2 copos de água, e com os dedos ou o cabo de uma colher tocar a úvula (campainha) ou a garganta, ou, se tiver xarope de ipecacuanha dar nas seguintes doses:
    Menos de 2 anos – 10 ml (1 colher de sopa mal cheia)
    De 2 a 5 anos – 15 ml (1 colher de sopa)
    Mais de 5 anos – 20 a 25 ml ( 1 colher e meia de sopa)
    Adultos – 30 ml (2 colheres de sopa)
    – Beber o xarope com água.
    – Aguardar 20 minutos.
    – Se não provocar o vómito repetir a dose.
    – Se passados mais 20 minutos, não houver vómito, levar ao Hospital.

    Aguardar o efeito do vómito sentado (nunca deitado) e quando ele acontecer inclinar-se para a frente.
    Se a criança for muito pequena, deitá-la no colo de barriga para baixo, para não haver possibilidade de se engasgar com o vómito.

    Intoxicações Envenenamentos
    – A calma é muito importante, não se precipite, mas não perca tempo.
    – Vale mais nada fazer, do que fazer errado.
    – Telefonar para o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) é essencial -808 250 143. Um médico atende-o, e para cada situação, explica-lhe os perigos e o que deve fazer em caso de intoxicação, mas em muitas situações esta consulta não dispensa a observação médica directa.
    – Tenha sempre os números do CIAV perto do telefone.
    – Se não conseguir telefonar, leve o doente imediatamente ao médico ou ao Hospital.
    – Se não tem transporte rápido, chame o “112”.

    “Tudo é veneno e nada é veneno, só a dose faz o veneno”, Paracelso.

  2. Camaron Zapatero Says:

    Finalmente chegou o Verão!
    Os grupos organizam-se e começam a sair lentamente das suas tocas!
    Esta semana a Margem Sul monstrou o que vale e com várias equipes em jogo liderou o Nacional da “Coisa”. Parabéns aos primos…e que bela ideia parva… Enguias e sangria!
    Abraçitos
    Pedrito

  3. Elora Says:

    Tenho tanto pra dizer sobre a noite de ontem… mas ficará para outro sitio, outro post…

  4. Sonya Says:

    Pois que a noite de ontem in world tambem teve muito que se lhe diga…pelo menos deu para conhecer mais uma pessoa super simpática, proque de resto…

  5. Blue(Angel) Says:

    Pois que a minha noite RL de ontem foi quase perfeita e isso deu-lhe um sabor tão agri-doce que nunca haverá palavras suficientes para a descrever. Viva o Verão!!! Viva o calor!!! Vivam os amigos!!! Viva a Sonynha!!! :-)))

  6. Sonya Says:

    Viva a Bluezinha linda, mana da minha rainha! Brigada por tudo linda!!
    Pois que a minha noite foi uma noite que bem a podia apagar da memória! Enfim…há noites assim e dias assim!

  7. Parvos na Moita « Clube dos Parvos Says:

    […] 7, 2008 Post na sequência da noite de Turismo na Baixa da Banheira, em que a sangria jorrou e a parvoeira foi mais que muita. Nessa noite foram ouvidas as frases que […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: