keep smiling…

Bem… não tenho por hábito alterar posts… mas este teve que ser… depois de fazer a tradução para o Electro… fiquei com a sensação que era uma mensagem de uma qualquer seita de vão de escada… e acreditem… a intenção não era MESMO essa… :P… como tal… fica só o essencial daquilo que vos queria transmitir… e que, de facto, tem a ver com o não termos receio de sermos nós próprios, de acreditarmos nas nossas capacidades e naquilo que somos enquanto pessoas… de mostrarmos, de partilharmos com os outros aquilo que somos e que sabemos fazer. Ter orgulho… em si mesmo e vibrar com isso!😀

Todos sabemos que há pessoas com quem gostamos mais ou menos de conversar, de partilhar, de simplesmente estar… é a questão das afinidades (dizem…)… gostaria de partilhar convosco um excerto de um magnífico texto (e sim… vou tentar que se mantenha “under my skin”, conselho de Wilhem Writer😉 )

Ás vezes sentimo que não pertencemos a este planeta… baaaaaaaaaaaaah… mas, realmente… temos que nos aceitar (tal como somos) e lutar pelo que queremos… preferentemente… with a smile in our faces… e claro… manter a esperança!😀

Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light, not our darkness that most frightens us. We ask ourselves, Who am I to be brilliant, gorgeous, talented, fabulous? Actually, who are you not to be? (…) Your playing small does not serve the world. There is nothing enlightened about shrinking so that other people won’t feel insecure around you. We are all meant to shine, as children do.” In: Our Deepest Fear, by Marianne Williamson, from the book A Return to Love: Reflections on the Principles of a Course in Miracles.

Desejos de boas vidas!😉

5 Responses to “keep smiling…”

  1. keep smiling… « Anitia Loire | desejos de boas vidas… Says:

    […] este mesmo post no Tagus… que me desculpem… mas teve que […]

  2. ElectroescadaS Says:

    Com todo o respeito mas…

    … seria possível uma transcrição desse texto em Português?

    Desde já agradecendo:mrgreen:

  3. Anitia Loire Says:

    olá Electro… :S
    tenho receio de, ao traduzir, desvirtualizar o sentido do texto… mas cá vai🙂 :

    O nosso maior medo não é o de sermos insuficientes. O nosso maior medo é o de sermos poderosos, muito para além da medida. É a nossa luz, e não a nossa escuridão, que mais nos assusta. Perguntamo-nos a nós mesmos, ‘Quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso?’. De facto, quem és tu para não seres? Tu és uma criança de Deus. Agir na sombra não serve o mundo. Não há nada de grandioso no facto de nos diminuirmos, para que as outras pessoas não se sintam inseguras perto de nós. É suposto que todos brilhemos, tal como as crianças o fazem. Nós nascemos para manifestar a Luz que está em nós. Não está só em alguns, está em todos nós. E enquanto deixamos que a nossa própria luz brilhe, nós inconscientemente damos permissão às outras pessoas para fazerem o mesmo. À medida que somos libertados do nosso próprio medo, a nossa presença automaticamente liberta outros.

  4. ElectroescadaS Says:

    Obrigado pela tradução. Como vês traduziste na perfeição…:mrgreen:

    Um grande beijo…

  5. Anitia Loire Says:

    😀 Obrigada Electro…

    beijo e desejos de boas vidas!😉


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: