ENERGIA E ÉTICA

ENERGIA E ÉTICA

Sei isto: a minha energia está canalizada

Para a palavra fazer, gosto da ideia da construção

E o que dela existe nos movimentos normais.

Agrada-me a palavra engenharia e o que ela

Representa: não saias de um sítio sem deixares algo

Atrás de ti. Dirijo-me apenas às coisas que me excitam

Positivamente e me levam a fazer outras coisas, dirijo-me

Às pessoas de que gosto, nunca às de que não gosto;

Sempre me pareceu insensato que se pare,

Nem que por um momento, de admirar, há

Sempre actos e coisas que nos ajudam

neste cálculo infernal da distância entre o dia de hoje

e a nossa morte. E qualquer pessoa dar um passo que seja

em direcção ao que não aprecia, para insultar, ou derrubar,

parece-me brutal perda de tempo, uma falha grave

no órgão de admirar o mundo

(deves combater uma ou duas vezes na vida,

se combateres duzentas vezes

é porque os combates são fracos).

Não sei pois como viver. O que li e vi

Serve-me apenas para ser mais lúcido, não

Para ser melhor pessoa. Adquiri esta regra (ou nasci com ela):

– e é talvez uma moral –

mover-me apenas em direcção ao que gosto.

Se o prédio alto, escuro, feio

me impede de ver o sol, não fico a insultá-lo, não

moverei um dedo para o deitar abaixo:

contorno sim os edifícios necessários

até chegar ao espaço de onde possa receber aquilo que

quero. Se chegar lá de noite, montarei acampamento.

Gonçalo M. Tavares- 1. Edição: Relógio D’Água, 2004

Obrigado Filipa por teres partilhado este poema comigo.

8 Responses to “ENERGIA E ÉTICA”

  1. Fokas Says:

    “- Ele é tão feio! – disse Fanny.
    – Mas tem um ar que muito me agrada.
    – E depois, tão pequeno! – Fanny fez uma careta. A pequena estatura era uma coisa tão horrivelmente,
    tão tipicament própria das castas inferiores!
    – Quanto a mim, acho-o, pelo contrário, gracioso – diss Lenina. – Sente-se vontade de lhe fazer festas.
    Sabes, como a um gato.” Aldous Huxley in Admirável Mundo Novo.

    Sabe…Sr.TP…as mulheres que vc tem… e que lhe inspiram tanta poesia…são lindas mesmo…só pode!

  2. Fokas Says:

    E o primeiro que lá chegar TP!…monta o acampamento!

  3. Anitia Loire Says:

    Bem… estava para aqui… a pensar na vida (ou se quiserem, nas re(a)lações)… à procura da tal energia positiva. E eis que… assim sem mais nem porquê… talvez tenha recebido uma resposta: “e é talvez uma moral –
    mover-me apenas em direcção ao que gosto.”
    Sim… talvez seja isso que se deva fazer… ainda que nos digam (constantemente) que a vida é feita de sacrifícios, que não é “um mar de rosas”, que não há “isso das almas gémeas”… mas se assim é… que raio de vida é esta? perde o sentido… só queria mesmo “chegar ao espaço de onde possa receber aquilo que quero”.

  4. a energia do Tp… « Anitia Loire | desejos de boas vidas… Says:

    […] da tal energia positiva. E eis que… assim sem mais nem porquê… talvez tenha recebido uma resposta: “e é talvez uma moral – mover-me apenas em direcção ao que gosto.” Sim… talvez seja isso […]

  5. Fokas Says:

    Querida Anita,

    Devemos estar a ouvir o mesmo FM… Sim…”the story of shattered lifes can be told only in bits and pieces” RILKE.

    O TP sabe que isso é uma questão de Ética. Foi ele que introduziu o tema com este poema… e quanto a mim … muito bem!
    Não vamos entrar em polémicas ultrapassadas porque SER Moral não tem nada a ver com ser bom ou mau!
    Somos seres morais existencialmente livres e portanto responsáveis pelos nossos actos.
    Tal como no mundo real… num mundo virtual (que não é mais do que um prolongamento da nossa mão) a nossa responsabilidade é total! Ou seja não nos podemos queixar dos outros para justificar os nossos actos.
    Por isso nada na vida perde sentido… porque a vida é o único sentido da vida!
    A energia positiva está no ser, no existir-para! Por isso podes chegar lá… sempre “ao espaço de onde podes receber aquilo que queres”.

    Diverte-te e porta-te mal mas nunca mudes o teu nick que é bonito!

  6. Anitia Loire Says:

    Bem… portar-me mal Fokas?😀 No bom sentido… concerteza (e não me alongo neste pormenor)!! Tens razão quando dizes que a “energia positiva está no ser”… mas, às vezes sinto que não tenho força (ou lá o que isso é) suficiente para deixar que o meu ser percorra o caminho… porque, mesmo sendo responsável pelos meus actos, às vezes… esses actos… lá magoam uns e outros (e isso… eu não queria que acontecesse… mas não sei como evitar… ou melhor, sei! Mas implica que me anule enquanto ser…)
    E que fazer…

    E não Fokas… Anitia será sempre Anitia, e sim, não é mais que a extensão da pessoa que sou.

  7. Rachelll Says:

    “Sei isto: a palavra construção representa admirar, derrubar o mundo uma ou duas vezes na vida. Como viver para ser mais lúcido? Contornar o espaço, a brutal perda de tempo; admirar o mundo e chegar ao dia de hoje (se chegar lá de noite, montarei acampamento).
    Este és tu” … Que nunca desistas de sonhar…🙂 Beijinhos

  8. tp Says:

    “Sabe…Sr.TP…as mulheres que vc tem… e que lhe inspiram tanta poesia…são lindas mesmo…só pode!”
    Fokas
    June 15, 2008 at 3:08 pm


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: