Manda TP

A história que eu agora vou contar foi-me contada no Paradisus, numa noite de Inverno, por uma avatar bifa de olhar perdido. Nunca a tinha visto antes e nunca mais a voltei a ver mas, naquela noite, como faço tantas vezes, emprestei-lhe dois pares de ouvidos aos desabafos, por entre copos de whisky irlandês sem gelo.

Aparentemente a moça estava entretida a… chamemos-lhe explorar o mundo com o seu gajo S*L quando este recebe um IM que dizia apenas “Tp me” e que o deixou deveras atrapalhado. Tal atrapalhação deveu-se ao facto do IM ter tido origem numa amiga RL que necessitava de um pouco de companhia e a quem o gajo, quer por boa educação, quer porque os amigos são para isso mesmo, não podia negar. Ele ainda tentou fugir para a frente com um “in a minute”, mas em pouco tempo chegou novo apelo. Feitas as contas, o gajo S*L da minha cliente estava a oferecer o ombro à amiga, enquanto a sua piquena afogava a solidão em copos de whisky irlandês. Claro que lhe perguntei logo porque raios não tinha ele dito que estava com ela, mas parece que era uma daquelas histórias em que a S*L se mistura com a RL, em voltas confusas de sentimentos escondidos e relações não assumidas. Não questionei essa parte.

Aliás, como Bartender não questiono nada, limito-me a servir copos e a ouvir. Mas fiquei a pensar naquele “Tp me” e de todas as vezes que tinha lido ou ouvido a versão portuguesa, o “Manda Tp” inconveniente, seguido do suspiro frustrado ou da exclamação de impaciência. Lembrei-me do post da Margarita sobre boa educação e que de facto, já que não se vende em garrafas, davam jeito algumas regras. Assim, e no que se refere ao famigerado “Manda Tp”, aqui ficam exemplos de algumas situações em que se pode escrever tal expressão:

1. Combinaram encontrar-se com alguém naquele dia àquela hora e querem indicar que estão prontos. Neste caso convém perguntar à outra parte se também está pronta, antes de exigir boleia.

2. Acabaram de vos perguntar se estão interessados em ir a algum lado, ou em sentar numa lucky chair e vocês estão a concordar. Nesse caso certifiquem-se de que a pessoa não se enganou e a pergunta era mesmo para vocês.

3. Foram ter com alguém e ficaram a nadar no ar. Neste caso podem mas só à pessoa que vos enviou o primeiro teleporte.

4. O TP perguntou se vos pode enviar uma foto ou um objecto. Neste caso expliquem-me como é que conseguem que ele vos pergunte primeiro.

 

A minha cliente dessa noite acabou por desistir de esperar e fez log out. Como vos disse não a voltei a ver mas penso muitas vezes nela. Terá aquela frase posto drasticamente fim a uma bonita relação? Teleportem-se com cuidado.

Posted in SL. 11 Comments »

11 Responses to “Manda TP”

  1. Blue(Angel) Says:

    Mana,

    o Tp nunca pergunta primeiro. lol

  2. tp Says:

    o TP correeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.
    Elora um dia,um dia eu caso contigo no SL.

  3. Afro Says:

    Tp,

    Já casaste. Não soubeste aproveitar a oportunidade?
    😛

  4. Ofland Says:

    Há uma pequena variante: “Manda o Tp”!

    Aplica-se a situações como aquela em que a Elora, acabada de abrir o Paradisus, ainda está sozinha. Então manda um IM para alguém a dizer:
    “Olá Alguém! Hoje, para variar, apetece-me casar com alguém!”
    “Comigo?” responde Alguém, que logo lhe explica já ter um compromisso.
    “Não é preciso ser contigo. Quem está aí perto, a jeito?”
    “Olha, está aqui a Marg, a Mer, o Jed, o Imso, o Tp, a Winter,…..”
    “Então, MANDA O TP!, que eu vou tratar da cerimónia!”

    Não perca as cenas do próximo capítulo, em que Elora reúne 326 convidadas para um raid de compras:
    “Meninas, fiquem quietas, que eu vou para o SIM Longdress Katy Ree Store onde vi uns vestidos freebies que são de arrasar e quero-vos lindas para o meu casamento. Só um momento que já vos mando o Tp, aham, o Tp não! Só Tp… pois….”
    🙂

  5. Elora Says:

    Para informação de todos os leitores, eu e a Mafalda Hien-coisinho reatamos o noivado e estamos muito felizes. As minhas relações com o Tp são neste momento meramente profissionais.

  6. ElectroescadaS Says:

    Pensava que só na “real” existia esse tipo de relações…

    Beam Me Up Scotty…

  7. Blue(Angel) Says:

    O Ofland??? Mas tu achas que ao casamento da mana eu ia com um vestido freebie???? Hum??? Por quem me tomas??? Da minha mana??? Nem ao outro eu levei um vestido desses quanto mais qdo ela casar OUTRA VEZ com o TP e, desta feita, a sério!!!🙂 Of, acorda rapaz!!!🙂

    A melhor notícia foi o reatar do noivado!!! Ca lindo!!!🙂

  8. Naima Aya Says:

    olá,

    Definitivamente, para evitar este tipo de confusões, prefiro sempre manter o SL no SL e a RL na RL, sem misturas e sem “mas….”.

    Tenho amigos da RL no SL, mas cada ponto no sue i, se me faço entender.

    Casamento no mundo da fantasia, não passa de fantasia, a não ser claro que de acordo mutuo este se torne realidade.

    Cmps

  9. Fokas Says:

    Naima ,
    Se for o caso…ficas a saber que já te podes divorciar na SL sem acordo mútuo!

  10. Blog Says:

    Blog…

    Blog…


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: