Sexo atrás do balcão

 Há uma parte desta vida de Bartender que se assemelha a ver passar navios. Na hora em que tudo se prepara para as festas, arranjam-se e emparelham-se, nós estamos a trabalhar. Vamos ouvindo as bocas de quem se diverte, sem sairmos do sítio e com um nível crescente de frustração. Ok, a profissão é gira, ouvimos as cusquisses todas, ajudamos o pessoal a ajudar-se e ainda bebemos um copo. Mas depois, quando o trabalho acaba e queremos ir dançar, deparamo-nos com a triste realidade do regresso à adolescência: a música é a mesma, estivemos tempos infindos a escolher a roupa certa e, no fim da festa, quando começam os slows, está tudo aos parezinhos MENOS NÓS!

Verdade que isto nem sempre acontece, lá há uma vez ou outra em que simpáticos mancebos nos convidam para dançar, ou porque são muito novos para serem sábios ou porque querem provar que as bocas sobre o colesterol eram no gozo. Se bem que houve uma cena com uns calções belgas… mas afasto-me do ponto deste post.A ideia é que, para lá do glamour todo da profissão, o sexo atrás do balcão é um bocado como o sexo dos anjos, toda a gente o discute (e fala-se imenso disso) mas verdade, verdadinha, nicles. O que significa que, mesmo quando nos precavemos e levamos dois tipos para a festa, vamos acabar a solo porque, por mais que saiamos do bar e retiremos a tag, a verdade é que somos a Bartender, aquela gaja fixe que até sabe uns sítios giros e ajudou a resolver a discussão com a Jaquina.

Portanto, caros amigos, não se surpreendam se, quando visitarem o meu bar, eu vos convide para dançar em cima do balcão. É que não só a vista é muita boa, como provavelmente é o mais próximo que me consigo aproximar de um gajo a dançar.


pall01.jpg
 
Mesmo com este reverso da medalha continuo a achar que tenho a melhor profissão do Mundo (dos dois mundos, na verdade) e a disponibilizar-me para futuras lições, bem mais agradáveis. Até lá voem baixinho e teleportem-se com cuidado.

Posted in SL. Tags: . 5 Comments »

5 Responses to “Sexo atrás do balcão”

  1. Blue(Angel) Says:

    Eu também gosto de apreciar a vista do teu balcão. E há momentos inesquecíveis ali… ai… ai… Quanto a dançar sozinha também sei do que falas, tanto na SL como na RL, e hoje em dia já acho graça ficar os parzinhos. Pq? nem lhes ligo lol E já agora: AMUEI!!! hOUVE QUEM DANÇASSE CONTIGO SIM!!! beijocas larocas mana

  2. Elora Says:

    Opá, tu és minha irmã, não contas! Mas sim, adorei dançar contigo, obrigada.

  3. Elora Says:

    Quero agradecer publicamente a todos os cavalheiros que se dispuseram a dançar comigo e especialmente aos dois que realmente dançaram. Feeling great.Beijinhos.

  4. Afro Says:

    Ainda ontem antes da festa, depois de “arranjadita”, não tinha nada para fazer. Era para aceitar um convite para uma festa que não me tinha interesse nenhum… mas quando vi que esta mocita não só estava on como no work… e lá fui eu. Qual festa qual quê. Ofereceu-me logo ali um cadinho de companhia e o primeiro eggnogg da noite. Sinceramente que tive pena quando pouco depois tive de ir embora e deixá-la ali sozinha…:S
    Mas não é que afinal a coisa animou tanto em Laguna😉, que ela esteve (quase) por não ir à nossa festa de Natal…?? Lá ia ouvindo a música (maravilhas que um link faz ;))…e só mais tarde se juntou a nós. E ao que parece, acabou a noite a dançar (bem) acompanhada…. e esta hem??

    ps. Elora, faz como eu. Perde a pouca vergonha que tens, mete-te numa bola de dança e “convoca” em IM um gaijo que vejas sozinho. Claro que convém: 1)estar a dançar sozinho 2) estar a falar no chat geral e/ou sem away (senão parece que levaste tampa) 3) ser teu amigo ou saber que costuma dançar acompanhado (nisso os diversos caderninhos existentes, dá para ir percebendo quem é “bom de pé”) 4) falar (berrar)docemente ao ouvido (IM)… vens ou ????
    ps2. começares a fazer o teu caderninho também pode ajudar. Trazeres uns gaijos jeitosos de laguna contigo tb (daqueles que gostam de dançar, claro)… sempre ajudas nos caderninhos de todas😀

  5. Quem vê caras… « Tagus Friends Weblog Says:

    […] em cima do meu balcão. Se é verdade que prefiro avatares masculinos (como expliquei no post Sexo atrás do balcão), a necessidade de variar a paisagem leva-me a aceitar também avatares femininos, especialmente se […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: