Porque sim.

Em resposta ao desafio do Othelo e porque posso fazê-lo aqui e não num comentário, lançado que está o mote, entrei no SL primeiramente por curiosidade e continuei simplesmente porque sim.

Porque conheci pessoas interessantíssimas, outras menos interessantes, outras que não interessam mesmo a ninguém, mas sobretudo porque descobri um mundo onde posso ser tudo o que quiser, fazer o que nunca fiz, mesmo que seja apenas virtual e que, acima de tudo, não é um jogo cujo desfecho seja uma qualquer vitória pontuada num qualquer ranking mundial.

Aqui converso, viajo, descubro, crio, construo, invento, dou asas à minha criatividade, que lá fora tem limites.

Aqui descubro almas e corações, sem bloqueios causados pela primeira impressão visual; aprendo, com alguns erros cometidos, a relacionar-me melhor com os outros; tenho o prazer de ajudar quem chega, e começo a ter mais à-vontade para pedir ajuda (afinal, como na RL, é impossível ser feliz sozinho).

Porquê uma Second Life? Porque sim. E muitas vezes, porque uma vida só não chega para as grandes pessoas que nós somos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: